Diversos

Alimentos a evitar para níveis elevados de ácido úrico


O ácido úrico é uma substância residual excretada pelos rins. Hiperuricemia é o termo médico para aumento do ácido úrico. Esse desequilíbrio ocorre quando o corpo metaboliza purinas, bem como quando indivíduos sensíveis à purina o consomem em excesso, geralmente acima do peso dos homens mais velhos. Excesso de ácido úrico pode causar a formação de cristais que podem se alojar nas articulações e causar sintomas dolorosos de gota, geralmente começando no dedão do pé. Com o tempo, podem ocorrer danos nos tecidos e deformidades nas articulações.

Carnes

O bacon, por causa da maneira como é processado, possui quantidades muito altas de purina. Pessoas com hiperuricemia não devem consumi-lo. Bons substitutos, incluindo faixas vegetarianas para o café da manhã, podem ser encontrados na maioria dos supermercados. Todos os produtos de carne de porco e carne bovina, ou carnes vermelhas, devem ser evitados. Carnes de órgãos como fígado e pães doces são particularmente ricas em purinas, assim como carnes de caça e molho. As aves de capoeira contêm quantidades menores que a carne de porco e a carne bovina e são um ótimo substituto em pequenas porções. Alguns frutos do mar também podem ser comidos com moderação, mas evite sardinhas, anchovas, mackeral, arenques, mexilhões e vieiras.

Outros alimentos a evitar

Os alimentos que contêm levedura (pão e outros produtos de panificação e bebidas alcoólicas) contêm grandes quantidades de purinas e elevam os níveis de ácido úrico. Quantidades moderadas de purinas também são encontradas em certos vegetais, incluindo espargos, couve-flor, espinafre, cogumelos, ervilhas, lentilhas, feijão e aveia, que devem ser consumidos com moderação. Morangos, tomates e produtos de tomate, durian e ruibarbo devem ser evitados.

Álcool

A combinação de consumo de álcool e uma dieta pesada em alimentos ricos em proteínas é uma receita para a gota e outros problemas. O álcool interfere na eliminação do ácido úrico pelos rins, além de aumentar sua produção. Deve ser rigorosamente evitado, incluindo a cerveja, que é feita com substâncias de alta purina, como o fermento.

Alimentos processados, fumo e perda de peso

Beber refrigerantes açucarados aumenta o risco de hiperuricemia. Evite alimentos que contenham sacarose ou xarope de milho com alto teor de frutose, pois esses níveis aumentam o ácido úrico no sangue. Fumar também é um fator de risco. Bater dieta também pode causar o fígado a criar quantidades mais elevadas de ácido úrico. Como a obesidade está associada ao aparecimento da gota, a perda de peso diminui os níveis de ácido úrico. A perda de peso deve ser realizada, no entanto, com uma dieta responsável e um plano de exercícios.

Ajudantes Saudáveis

Os rins devem ser auxiliados a excretar o excesso de ácido úrico do corpo, bebendo muita água. Oito a dez copos por dia é recomendado. Substâncias anti-inflamatórias naturais em alguns alimentos podem aliviar a dor e o inchaço da gota. A ingestão regular de cerejas ou suco de cereja preta tem se mostrado promissora em estudos recentes. O ácido fólico (uma vitamina encontrada nos vegetais folhosos verde-escuros), a bromelina, o extrato de aipo e os ácidos graxos ômega-3 (encontrados nas sementes de linho e chia, bem como nos óleos de peixe) têm sido usados ​​também por pacientes com gota com bons resultados.